Comunicado ICArabe: Eleições 2018

qui, 25/10/2018 - 13:47
Publicado em:

Nesta última semana, que antecede o dia da votação, para eleger o novo presidente do Brasil, o Instituto da Cultura Árabe - ICArabe vem à sociedade brasileira para manifestar-se publicamente sobre o significado deste momento histórico. Histórico e importante, não apenas no sentido de preservar a harmonia e a rica pluralidade étnica, religiosa e política desta nação, muito menos de defender a necessidade urgente de recuperar a economia brasileira e a garantia do emprego para os jovens e adultos, mas sim, além de tudo aquilo que foi mencionado, é para mostrar a importância do Brasil para o mapa mundi e para os povos em todos os seus continentes.

O mundo neste momento, que não difere muito de uma panela de pressão prestes a explodir, necessita de governantes estadistas, éticos, justos, e respeitadores dos direitos humanos e da dignidade humana, independentemente da raça, da religião ou do poder aquisitivo. A humildade, o conhecimento e a experiência são os requisitos para escolher um presidente. A educação de berço e a estabilidade mental e emocional são fundamentais para assegurar a tomada certa das decisões, principalmente, em momentos de crise como agora. O Brasil sempre foi moderado na sua política internacional e na sua relação com a totalidade dos povos deste planeta.

O Instituto da Cultura Árabe no Brasil sente-se no dever de manifestar-se mediante a sociedade brasileira neste segundo turno, com a finalidade de, calorosamente, implorar para que olhemos para o Brasil e para o mundo na hora de depositar o nosso voto na urna.

O povo, no primeiro turno, votou escolhendo dois candidatos, os demais não tiveram êxito. A democracia é exatamente assim: disponibiliza o espaço para expressar as vontades políticas e ideológicas. O segundo turno, por outro lado, é para levar em consideração as demais demandas na escolha do novo presidente. Quais demandas? A capacidade de gestão e governança, o conhecimento, o suporte de equipe técnica capacitada, a experiência comprovada e outros requisitos. Ainda, o presidente de um país continental como Brasil, deve conhecer a história e a composição étnica, cultural e religiosa de seu povo.

Finalmente, o Brasil precisa de um presidente que trabalhe para fortalecer a harmonia e a união do povo, um presidente que semeie paz e tranquilidade, um presidente com total equilíbrio emocional e mental. O ditado árabe diz: “O copo só pode oferecer aquilo que ele tem dentro; se tiver água, oferecerá apenas água; se tiver vinagre, oferecerá só vinagre”. Devemos, portanto, analisar, friamente e sem emoção, as qualidades de cada candidato, o seu histórico e a sua experiência.

Como todos sabem, na democracia pode se perder eleição; porém, na eleição, nunca devemos perder a democracia, pois enquanto preconceito e ódio destroem povos e nações, democracia e ética constroem nações.

O Instituto da Cultura Árabe, com base no espírito de seu estatuto, ao desejar um futuro de sucesso e de felicidade para toda a nação brasileira, expressa o seu compromisso em se manter ao lado dos valores universais, atuando sempre em prol da paz entre e dentro de todos os povos.

 

Mohamed Habib (Presidente do Instituto da Cultura Árabe - ICArabe)